Siga-nos no Facebook!

:: O BOM CAFÉ ::

O seu carrinho

O seu carrinho de compras encontra-se de momento vazio.
Left direction
Suporte para Cápsulas DeltaQ
Suporte para Cápsulas DeltaQ
24.90 €
Pastilha Torrié Lote Angola
Pastilha Torrié Lote Angola
3.99 €
Orzo
Orzo
17.59 €
Kit de Degustação Lavazza Espresso Point - 50 cápsulas
Kit de Degustação Lavazza Espresso Point - 50 cápsulas
17.00 €
12.25 €
Poupa: 4.75 €
Kit de Degustação Lavazza Espresso Point - 50 cápsulas
Kit de Degustação Lavazza Espresso Point - 50 cápsulas
17.00 €
12.25 €
Poupa: 4.75 €
Intensamente
Intensamente
6.99 €
Espresso Ricco
Espresso Ricco
34.19 €
Espresso Intenso
Espresso Intenso
34.19 €
Espresso Dolce
Espresso Dolce
34.19 €
Espresso Delicato
Espresso Delicato
34.19 €
Espresso Decaffeinato Soave
Espresso Decaffeinato Soave
34.19 €
Espresso Decaffeinato
Espresso Decaffeinato
34.19 €
Espresso Caffé Crema Dolce
Espresso Caffé Crema Dolce
34.19 €
Espresso Amabile
Espresso Amabile
34.19 €
Deliziosamente
Deliziosamente
6.99 €
Cápsulas Lavazza BLUE - Chocolate - Cioccolato Fondente
Cápsulas Lavazza BLUE - Chocolate - Cioccolato Fondente
19.98 €
Café Tierra
Café Tierra
34.19 €
Café Tierra
Café Tierra
38.43 €
Café Dek "Espresso"
Café Dek
19.31 €
Café Crema & Aroma "Gran Espresso"
Café Crema & Aroma
34.12 €
Café Crema & Aroma " Espresso"
Café Crema & Aroma
34.12 €
Café Aroma Point "Gran Espresso"
Café Aroma Point
35.71 €
Café Aroma Point " Espresso"
Café Aroma Point
35.71 €
Café Aroma Club " Espresso"
Café Aroma Club
35.71 €
Right direction
Home
Café Aroma Point " Espresso"
Café Aroma Point
35.71 €
Café Crema & Aroma "Gran Espresso"
Café Crema & Aroma
34.12 €
Café Aroma Club " Espresso"
Café Aroma Club
35.71 €
Bem Vindos ao BOM CAFÉ
História do café PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

A história do café começou no século IX. O café é originário das terras altas da Etiópia e difundiu-se para o mundo através do Egito e da Europa. Mas, ao contrário do que se acredita, a palavra "café" não é originária de Kaffa — local de origem da planta —, e sim da palavra árabe qahwa, que significa "vinho", devido à importância que a planta passou a ter para o mundo árabe.

Uma lenda conta que um pastor chamado Kaldi observou que suas cabras ficavam mais espertas ao comer as folhas e frutos do cafeeiro. Ele experimentou os frutos e sentiu maior vivacidade. Um monge da região, informado sobre o facto, começou a utilizar uma infusão de frutos para resistir ao sono enquanto orava.

O conhecimento dos efeitos da bebida disseminou-se e no século XVI o café era utilizado no oriente, sendo torrado pela primeira vez na Pérsia.

Na Arábia, a infusão do café recebeu o nome de kahwah ou cahue (ou ainda qah'wa, do original em árabe). Enquanto na língua turco otomana era conhecido como kahve, cujo significado original também era "vinho". A classificação Coffea arabica foi dada pelo naturalista Lineu.

O café no entanto teve inimigos mesmo entre os árabes, que consideravam suas propriedades contrárias às leis do profeta Maomé. No entanto, logo o café venceu essas resistências e até os doutores maometanos aderiram à bebida para favorecer a digestão, alegrar o espírito e afastar o sono, segundo os escritores da época.

Na Europa

Os estabelecimentos comerciais na Europa consolidaram o uso da bebida do café, e diversas casas de café ficaram mundialmente conhecidas onde se encontravam políticos e escritores, sendo de realçar o poeta Bocage, o Virgínia Coffee House, em Londres, e o Café de La Régence em Paris, onde se reuniam nomes famosos como Rousseau, Voltaire, Richelieu e Diderot.

O invento da cafeteira, já em finais do século XVIII, por parte do conde de Rumford, deu um grande impulso à proliferação da bebida, ajudada ainda por uma outra cafeteira de 1802, esta da autoria do francês Descroisilles, onde dois recipientes eram separados por um filtro.

Em 1822 uma outra invenção surge em França, a máquina de café expresso, embora ainda não passasse de um protótipo. Em 1855 é apresentada em uma exposição, em Paris, uma máquina mais desenvolvida, mas foi em Itália que a aperfeiçoaram.

Assim, coube aos italianos, apenas em 1905, comercializar a primeira máquina de expresso, precisamente no mesmo ano em que foi inventado um processo que permitia descafeinar o café. Em 1945, logo após o final da Segunda Guerra Mundial, a Itália continua tendo a primazia sobre os expressos e Giovanni Gaggia apresenta uma máquina onde a água passa pelo café depois de pressionada por uma bomba de pistão. O sucesso foi notório.

O café e a saúde

A maioria das pessoas que consomem café diariamente desconhece as substâncias saudáveis e os seus efeitos terapêuticos:

  • O consumo moderado de café (de três a quatro chávenas por dia) exerce efeito de prevenção de problemas tão diversos como Parkinson, a depressão, o diabetes.
  • Além disso melhora a atenção e, conseqüentemente, o desempenho escolar.
  • O café contém vitamina B, lipídios, aminoácidos, açúcares e uma grande variedade de minerais, como potássio e cálcio, além da cafeína.
  • O café tem propriedades antioxidantes, combatendo os radicais livres e melhorando o desempenho na prática de desporto.

[in Wikipédia]